Sexta-feira, 26 de Março de 2010

Acabou-se a "chantagem política" e PS "vai ter de negociar mesmo" com sociais democratas - Passos Coelho.

Pedro Passos Coelho disse hoje que com a nova liderança do PSD e o PS não poderá continuar a fazer "chantagem política" e "vai ter de negociar mesmo" para conseguir o seu apoio no Parlamento.

Pedro Passos Coelho falava aos jornalistas, em Lisboa, depois de ter votado nas eleições directas às quais é candidato e que elegerão hoje o sucessor de Manuela Ferreira Leite na liderança do PSD.

"Eu tenho a certeza, depois do que ouvi nesta campanha eleitoral pela parte de qualquer dos candidatos, que o PSD reassumirá uma posição clara na discussão que tiver de fazer com o Governo. E tenho a certeza de que não voltarão a repetir-se situações como esta em que o PS pretende fazer uma espécie de chantagem política com o PSD numa altura em que ele está a mudar de direcção", disse.

"O que quer que PS tiver de levar ao Parlamento em apoio da consolidação orçamental vai ter de negociar com o PSD e vai ter de negociar mesmo, não vai ter apenas de dizer que nós, em nome do nosso sentido de responsabilidade, temos de votar ou deixar passar as decisões que o Governo toma. Se o Governo quer o nosso apoio vai ter mesmo de negociar connosco e de aceitar uma parte das nossas ideias", reforçou.

Passos Coelho prometeu que, se for eleito presidente do PSD, o primeiro ministro, José Sócrates, e o PS terão saberão da parte do PSD "clareza" e "firmeza" na defesa das suas posições.

E rejeitou pareceres de José Sócrates sobre as responsabilidades da futura liderança do PSD: "Eu espero que o primeiro ministro assuma as responsabilidades que lhe pertencem a ele. E as responsabilidades do próximo presidente do PSD cabem ao PSD e não ao PS ou a este Governo. Os militantes vão ser chamados a pronunciar-se sobre aquilo que é o interesse nacional visto pelos olhos do PSD e é isso seguramente que o próximo presidente do PSD, seja ele qual for, fará".

O ex-presidente da JSD manifestou "a certeza de que vai abrir-se um período novo, um tempo novo na ida do PSD e, independentemente do resultado, tenho a certeza de que o PSD estará hoje mais mobilizado, mais coeso, mais esclarecido quanto ao caminho que vai seguir".

"E não tenho dúvida nenhuma de que não voltaremos a defraudar o país quando ele precisar de nós em futuras eleições", concluiu.

São candidatos às directas de hoje para a liderança do PSD Pedro Passos Coelho, Paulo Rangel, José Pedro Aguiar-Branco e Castanheira Barros.
tags:
publicado por Admin às 20:52
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.últ. comentários

Este link não funciona. Por favor, coloque um novo...
cria um novo link por favor
http://youtu.be/jb3FvmaWtRo
Meu sonho è ter sexo com ela...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Faço desde já uma declaração prévia: sou agnóstico...
Si quieren ver mas de ella visiten: http://bootyc...
adoro documentarios !!!show de bola esse blog !!!!...
eu saquei o jogo mas nao consigo jogar, ele foi te...
em 1º lugar, para os que tem o minimo de conhecime...
blogs SAPO

.subscrever feeds